pexels-pixabay-256381

No âmbito do projeto ‘SAP i4.0’ executado pela AECOA em parceria com a AEF

INESC TEC visita empresas do Entre Douro e Vouga

INESC TEC visita empresas da região

Acompanhada pelo INESC TEC, seu parceiro tecnológico, a AECOA encerrou um ciclo de visitas a empresas da região. Cerca de uma dezena abriu as suas portas a mais um projeto financiado pelos fundos comunitários e executado por esta Associação, neste caso em consórcio com a AEF. Trata-se de um programa voltado para os Sistemas Avançados de Produção (SAP).

No âmbito do projeto ‘SAP 4.0’ foram visitadas diversas empresas do EDV.

O mais recente projeto cofinanciado pelos fundos provenientes do programa ‘Portugal 2020’ da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA), desta vez promovido em parceria com a Associação Empresarial do Concelho da Feira (AEF), vai permitir a caraterização AS-IS (estado atual) e o desenho do roadmap estratégico para os Sistemas Avançados de Produção (SAP). Ou seja, este projeto visa, de forma efetiva, a qualificação e agregação da fileira dos SAP, através do levantamento e diagnóstico inicial da sua maturidade digital e desenho, e a disseminação e demonstração de um roteiro tecnológico para a indústria 4.0. Os setores em foco compreendem a fabricação de produtos metálicos (CAE 259) e de máquinas diversas (CAE 289), bem como a produção de equipamentos e acessórios para a indústria automóvel (CAE 293).

Tendo em vista o (re)conhecimento concreto de algumas unidades empresariais destes setores, numa área de abrangência que compreende o Entre Douro e Vouga (EDV), foi realizado um périplo por cerca de uma dezena de empresas nesta primeira fase de caraterização do cluster. Estas visitas assumiram-se como uma das variáveis principais, utilizadas pelo parceiro tecnológico das associações empresariais promotoras do ‘SAP 4.0’, para a elaboração de um relatório de análise e avaliação do nível de maturidade i4.0 das empresas desta região, enquadradas nas áreas de atividade em foco. Este estudo, que será divulgado brevemente, permite aferir o grau de desenvolvimento do tecido empresarial do EDV segundo critérios predefinidos.

Importa salientar que o conhecimento do nível de maturidade digital é fundamental para instanciar os setores, de forma específica, e a fileira dos SAP, de forma generalizada, com o objetivo de convergirem num alinhamento do agregado para um fim comum.

Neste contexto, de dezembro de 2021 a março deste ano, especialistas do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, acompanhados pelo diretor executivo da AECOA, tiveram oportunidade de contatar as empresas oliveirenses Cheto Corporation SA, Mitjavila SA, Simoldes Plásticos SA, Fluidotronica – Equipamentos Industriais, Lda, Tormetais – Sociedade de Comercialização de Metais Lda e Codeplas – Engenharia de Peças Plásticas Lda; e, ainda, o CEI de S. João da Madeira, a Azevedos Indústria – Maquinas e Equipamentos Industriais, S.A. de Santa Maria da Feira e a Jointsteel Process Technologies, S.A. de Arouca.

Tecnicidade do projeto requer parceiro diferenciado

Devido aos elevados índices de tecnicidade e de intensidade de conhecimento que são necessários aportar para o êxito do projeto ‘SAP i4.0’, a AECOA e a AEF recorreram ao INESC TEC, através do seu Centro de Investigação (CESE – Centro de Engenharia e Sistemas Empresariais).

A execução do programa baseia-se numa metodologia própria desta entidade tecnológica e de conhecimento e que se encontra numa primeira fase – a da caraterização dos setores económicos, incluindo a aplicação de um modelo de maturidade digital (estado atual). Posteriormente, tendo por base a visão e objetivos futuros, bem como a identificação das oportunidades de melhoria, será projetada a situação futura. Por fim, será definido um plano estratégico de implementação (roadmap), que se traduz num programa de ações para implementação numa lógica de melhoria contínua.

Importa reter que o projeto Caraterização AS-IS e desenho de roadmap estratégico no âmbito dos Sistemas Avançados de Produção (SAP) é financiado pelo ‘Portugal 2020’, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte, no montante de 411.022,67 euros, dos quais 349.369,27 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). 

Leia o artigo original em: https://loremipsum.pt

Edições Anteriores

pexels-carrie-johnson-1202849

Público

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec accumsan rutrum…

mahdis-mousavi-hJ5uMIRNg5k-unsplash

Diário de Notícias

Lorem ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec accumsan rutrum augue, pharetra tempus massa ultrices…

srdjan-ivankovic-_fKt28CLHZU-unsplash

Jornal de Notícias

Lorem ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec accumsan rutrum augue, pharetra tempus massa ultrices id…

rob-lambert-9Q_pLLP_jmA-unsplash

24 Horas

Lorem ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec accumsan rutrum augue, pharetra tempus massa ultrices…

Quer ficar a par dos nossos eventos?
Subscreva a nossa newsletter